Emmy 2018: quem são os artistas negros indicados?

Nesta segunda-feira será dada a largada à temporada de premiações da indústria do entretenimento com a realização da 70° edição do Emmy Awards, evento que premia os melhores da televisão norte-americana. A Academia de Artes e Ciências Televisivas dos EUA considerou as produções exibidas no período entre junho de 2017 a maio de 2018, cujos vencedores serão revelados hoje, dia 17 de setembro, em Los Angeles.


Por Debora Machado

Em se tratando de produções, a HBO possui a série com o maior número de indicações. Game of Thrones, ausente na disputa em 2017, possui 22 indicações, seguida por Saturday Night Live e Westworld (esta última também da HBO). A seguir, elencamos alguns dos artistas negros indicados nas principais categorias ao prêmio deste ano e, caso não os conheça, ainda há tempo de analisar seus trabalhos antes da cerimônia.

Jeffrey Wright (Melhor Ator em Série Dramática): é a sua segunda indicação ao Emmy por Bernard em Westworld (produção também indicada como melhor série dramática). Se em 2017, a indicação foi para Melhor Ator Coadjuvante, em 2018 o personagem interpretado por Wright ganhou ainda mais relevância na trama que conta a história de um parque de robôs que começa a apresentar problemas de funcionamento. É possível assisti-lo em Westworld pelo canal HBO ou pelo stream HBO Go.

Thandie Newton (Melhor Atriz Coadjuvante em Série Dramática): também indicada em 2017 na mesma categoria pela sua atuação em Westworld, a atriz britânica faz um excelente trabalho interpretando a robô Maeve, estando ainda melhor e poderosa nesta segunda temporada.

Thandie Newton como a robô Maeve em Westworld

Tracee Ellis Ross (Melhor atriz em série cômica): a atriz concorre novamente nesta categoria por sua interpretação da Dra. Rainbow "Bow" Johnson em Black-ish. A sitcom, renovada para sua quinta temporada, é centrada em uma família negra estadunidense de classe média alta, e seus dilemas e conflitos. Premiada com um Globo de Ouro pelo mesmo papel no ano passado, Tracee Ellis Ross busca seu primeiro Emmy. Black-ish é transmitido no Brasil pelo Canal Sony.

Issa Rae (Melhor atriz em série cômica): finalmente Issa Rae consegue sua indicação ao Emmy por Insecure, série que atua, escreve e produz e é transmitida pela HBO. A atriz que, primeiramente, chamou atenção pela web série Awkward Black Girl, apresenta Issa Dee: uma mulher negra vivendo seus dilemas, mas não da maneira estereotipada que comumente é revelada em outras produções. Issa também está no aguardado The Hate U Give, filme baseado no livro de mesmo nome da Angie Thomas.

Tituss Burgess (Melhor ator coadjuvante em série cômica) - concorre por seu papel em Unbreakable Kimmy Schmidt, série da Netflix, no qual dá a vida ao impagável Titus Andromedon. Indicado desde 2015 consecutivamente ao prêmio, o ator e cantor busca sua primeira estatueta.

Na categoria de Melhor ator/atriz coadjuvante em série cômica temos: Kenan Thompson, bastante conhecido pela série Kenan e Kell (1996-200) e Leslie Jones, que atuou no último Caça-Fantasmas (2016), concorrendo por Saturday Night Live; e Zazie Beetz, a Dominó de Deadpool 2 e Donald Glover, também conhecido no meio musical como Childish Gambino disputando o prêmio por Atlanta (melhor coadjuvante e principal, respectivamente).

Zazie Beetz, de Atlanta, concorre na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante em Comédia

Nos segmentos menos badalados, Regina King concorre por SevenSeconds (confira nossa resenha sobre a série aqui) na categoria de Melhor atriz em minissérie ou filme feito para TV. Adina Porter e Letitia Wright (a Shuri do filme do Pantera Negra) disputam o prêmio na modalidade de coadjuvante por American Horror Story: Cult e Black Museum - Black Mirror, respectivamente. Na ala masculina, o representante negro é Brandon Victor Dixon por Jesus Christ Superstar.

Algumas categorias já tiveram seus vencedores anunciados no último final de semana (dias 8 e 9) e pela primeira vez na história da premiação, os quatro ganhadores da categoria de Melhor Atriz/Ator Convidado são negros: Tiffany Haddish por Saturday Night Live, Samira Wiley por The Handmaid's Tale, Katy Williams por Atlanta e Ron Cephas Jones por This Is Us.

Além disso, na categoria de Melhor Atriz Convidada em Série Dramática, quatro das seis indicadas são negras. Além da vencedora Samira Wiley (por The Handmaid’s Tale), concorriam Viola Davis, Cicely Tyson e Kelly Jenrette.

John Legend, que ainda concorre por Melhor ator em minissérie ou filme feito para TV por sua interpretação de Jesus em Jesus Christ Superstar Live in Concert, se tornou o primeiro homem negro a se tornar EGOT (a saber: pessoa que já ganhou Emmy, Grammy, Oscar e Tony) ao receber o prêmio como produtor pelo mesmo especial.

John Legend: primeiro homem negro a conquistar o EGOT

Vale ainda destacar algumas produções indicadas que contam com a participação de negros, ou que promovem a diversidade, que são os casos de Fahrenheit 451 da HBO que concorre como melhor filme para TV e é estrelado por Michael B. Jordan. Queer Eye da Netflix, show protagonizado por cinco gays que auxiliam pessoas a se repaginar e traçar novos objetivos em suas vidas, venceu na categoria Melhor Reality Roteirizado e estava concorrendo com Lyp Sync Battle - programa apresentado por LL Cool J e Chrissy Teigen.

RuPaul’s Drag Race foi indicado novamente como Melhor Reality de Competição e tem seu apresentador, RuPaul Charles vencedor na categoria de Melhor Apresentador de programa de competição, em que concorria com W.Kamau Bell, por United Shades of America With W. Kamau Bell. Por fim, temos o The Daily Show With Trevor Noah concorrendo como Melhor programa de entrevista.

É importante destacar que pela primeira vez uma atriz asiática foi indicada ao prêmio de atriz principal para série dramática. Sandra Oh, mais conhecida como Cristina Yang, de Grey’s Anatomy, busca sua estatueta pela série Killing Eve.

O Emmy será transmitido ao vivo pelo canal fechado TNT, a partir das 20h.

Faremos uma LIVE domingo, 23/09/18, às 15h, no canal Preta, Nerd & Burning Hell no YouTube discutindo a premiação.

Nenhum comentário

Antes de comentar, leia nossa política de comentários!

Tecnologia do Blogger.