Dia da Mulher Negra, Latino-Americana e Caribenha!

Esta arte foi feita por Kaol Porfírio especialmente para esta data <3

Embora os grandes veículos de comunicação, o poder executivo, legislativo e judiciário insistam em negar, 53% da população brasileira é negra. É importante reconhecer que, ao longo dos governos de Luiz Inácio Lula da Silva e de Dilma Rousseff, avanços consideráveis foram feitos, como  a obrigatoriedade do Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e africana (Lei 10.639/03), o Estatuto da Igualdade Racial (Lei 12.288/2010) e o Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra (Lei nº 12.987/2014).

Segundo Fabiana Yuka, o Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha foi definido como 25 de julho durante a realização do 1º Encontro de Mulheres Afro-latino-americanas e Afro-caribenhas, em 1992, e também foi criada a Rede de Mulheres Afro-latino-americanas e Afro-caribenha. A potência do dia 25 de julho se tornou um mês de reflexões sobre mulheridades Negras marcada pela #JulhoDasPretas nas redes sociais e tem sua expressão máxima no Festival Latinidades, em Brasília, desde 2007. O Festival Latinidades "articula redes nacionais e internacionais, dando visibilidade para a produção artística, cultural, política e intelectual de mulheres negras, em enfretamento ao racismo e ao machismo" e oferece programação artística gratuita, além de debates, palestras, espaço sustentável e acessibilidade. Pesquisadoras, artistas e mulheres inspiradoras em diversas outras áreas como Elza Soares, Karol ConKá, Angela Davis  marcaram presença ao longo desses dez anos do evento.

Julho é o mês da celebração da luta e da resistência da mulher negra. Marcadamente, o dia 25 representa o Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha. Durante todo o mês, núcleos e coletivos articulam entre si, campanhas de cultura, identidade e empoderamento dessas mulheres.

Neste ano, As Blogueiras Nerds Extraordinárias se juntaram na ação Mês da Mulher Negra, Latino-Americana e Caribenha compartilhando reflexões sobre feminismo, representação estética e artística. São eles:  Preta, Nerd & Burning Hell, Collant Sem Decote, Delirium Nerd, Ideias em Roxo, Momentum Saga, Nó de Oito, Prosa Livre, Valkirias, Séries Por Elas e Kaol Porfírio.#wecannerdit #nerdiandade #nerdgirl #feminismonerd.

Confira abaixo alguns dos textos que fazem parte desta campanha:


Nenhum comentário

Antes de comentar, leia nossa política de comentários!

Tecnologia do Blogger.