Strong Black Lead, Netflix e a Representação Negra

No domingo, 24 de junho, foi ao ar durante o intervalo do BET Awarads, principal premiação negra norte americana, o comercial A Great Day In Hollywood organizado pela Strong Black Lead, uma parte da Netflix cujo intuito é reafirmar o compromisso com o aumento da representação negra e diversidade.

This Is Not A Moment, It’s a Moviment.


A frase que inicia o texto é uma das mais marcante usadas no comercial que é narrado por Caleb McLaughlin, de Stranger Thing, e o mais novo dentre as figuras escolhidas para recriar a icônica fotografia A Great Day In Harlem. Não atoa ele foi a voz escolhida para a narração, um jovem ator negro que teve um excelente início de carreira e promete um futuro promissor nos anos que nos aguardam.

A frase “isso não é um momento, é um movimento”, em tradução livre pode ser reconhecida por muitos como parte da letra de My Shot, que faz parte do Musical Hamilton onde atores negros e latinos reconto a história dos revolucionários pais fundadores que lutaram para criar a nação que hoje é conhecida como Estados Unidos. Porém, essa frase existe muito antes de Hamilton estrear nos palcos. O grito de isso é um movimento, não um momento surgiu quando Trayvon Martin foi assassinado por um policial e com essa morte nascia o Black Lives Matter que afirmava que não era uma indignação momentânea, mas sim uma tentativa de modificação real da sociedade.

Storng Black Lead se apropria disso para dizer que a representação negra e nosso constante pedido por historias diversas que consigam mostrar que a realidade negra não é única, que não somos um gênero, pois temos experiências múltiplas e que nossos atores, produtores, escritores vieram para ficar.


Em 12 de Agosto de 1958 o fotografo Art Kane fez fotografou o que viria ser um dos marcos da história cultural negra nos Estados Unidos. Foram reunidos 47 grandes músicos de Jazz que foram fotografados em frente a Brownstone no Harlem. A foto só viria a ser publicada pela revista Esquire na sua edição de janeiro de 1959. A foto ficaria conhecida como A Great Day In Harlem.

A foto se tornou tão icônica na cultura pop, especialmente negra, que foi recriada em várias homenagens ao longo dos anos as mais relevantes sendo em 1998 onde 177 artistas de Hip-Hop se reuniram criando a fotografia e dessa vez batizando de A Great Day In Hip-Hop. E quase 60 anos depois a Netflix recriou a fotografia ao reunir 47 de escritores, showrruners, atores e produtores negros de mais de 20 títulos originais da plataforma de stream para criar A Great Day In Hollywood.

Nenhum comentário

Antes de comentar, leia nossa política de comentários!

Tecnologia do Blogger.