Crush da Semana: Zezé Motta




Nos enche de orgulho e satisfação apresentar como nosso primeiro crush de 2019 uma das maiores artistas brasileiras: Maria José Motta de Oliveira ou, simplesmente, Zezé Motta.

Nascida em Campo dos Goitacazes (RJ) em 1944, Zezé se mudou para a Capital fluminense aos 2 anos de idade, cidade onde estudou teatro em O Tablado. Estreando na carreira em 1967 com a peça Roda-Viva de Chico Buarque, a atriz ganhou projeção 9 anos após, interpretando a escrava Xica da Silva no filme homônimo de 1976.

São inúmeros filmes, séries e novelas brasileiras que contam com a participação de Zezé Motta, sendo até mesmo difícil elencar seus papéis mais marcantes. Seu último trabalho na TV foi na novela O Outro Lado do Paraíso (2017/2018), interpretando a personagem Grande Mãe.

Para comemorar os 50 anos de carreira, foi lançada a biografia Zezé Motta - Um Canto de Luta e Resistência, assinada por Cacau Hygino. Além disso, Zezé segue sua carreira como cantora. Lançou ano passado o disco “O Samba Mandou Me Chamar” que contem a faixa Batuque de Angola (você pode conferir o clipe
aqui), que faz parte da trilha sonora da novela portuguesa Ouro Verde, vencedora do Emmy Internacional de 2018 de Melhor Telenovela. Curiosidade: ela foi a intérprete da versão nacional da música O Ciclo da Vida, da animação O Rei Leão da Disney (1994). Você pode conferir a faixa aqui.

Zezé Motta é inegavelmente um símbolo da televisão brasileira que inspira e orgulha a comunidade negra. É nosso desejo que esta artista permaneça ativa promovendo sua arte a fim de guiar ainda mais a nova geração de artistas nacionais negros na busca de espaço nas grandes mídias.

Um comentário:

Antes de comentar, leia nossa política de comentários!

Tecnologia do Blogger.